A psicologia da cor

Sally Augustin, PhD

Tempo de leitura estimado: 3 minutos e 30 segundos

Escolher as cores para a sua pequena empresa pode ser difícil. Que cor transmitirá a mensagem certa? Que cor define o tom apropriado? A psicologia ambiental tem vindo a debruçar-se sobre estas questões há muito tempo. A forma como determinadas cores influenciam a forma como pensamos e como nos comportamos foi já alvo de rigorosa investigação. Listamos abaixo algumas descobertas científicas relacionadas com diferentes cores e como pode aplicá-las à sua pequena empresa.


Azul

De acordo com os dados da Vistaprint, o azul é a cor mais frequentemente selecionada pelos seus clientes para materiais de marketing. Se perguntarmos a alguém qual a sua cor favorita, a nível global, a probabilidade de a resposta ser a cor azul é mais elevada do que qualquer outra cor. Os investigadores não sabem ao certo o motivo pelo qual o azul é tão popular, mas poderá estar relacionado com o facto de, nos nossos primeiros anos, enquanto espécie, as coisas que mais valorizávamos serem azuis, por exemplo, o céu em dias de tempo agradável e as massas de água vistas à distância são azuis. Isto faz sentido porque o azul é geralmente associado a competência e fiabilidade. Estas associações fazem dos esquemas de cor azuis uma boa opção para grupos tão diversos como instituições financeiras e equipas que prestem serviços relacionados com animais de estimação.


Preto

O preto é um tom amplamente utilizado e apreciado. A sua popularidade não nos surpreende, uma vez que o preto é frequentemente associado a força, sofisticação, tradição e formalidade. O preto é muito utilizado por empresas na área da venda a retalho e moda ou em serviços de reparações ou para automóveis.


Amarelo

Qual é a cor menos provável de ser indicada como favorita de alguém? O amarelo. Em geral, esta cor é pouco popular e é uma das cores com menos probabilidade de ser selecionada para materiais de marketing pelos clientes da Vistaprint, em todo o mundo. Embora este seja menos favorável, há sempre exceções em que o amarelo pode ser utilizado como cor acessória para ajudar a dar destaque.


Vermelho

O vermelho é associado ao amor, ao perigo e à excitação. Foi demonstrado por estudos que olhar para vermelho pode diminuir o raciocínio analítico, mas ver vermelho numa parede ou numa superfície semelhante dá-nos uma explosão de força, por isso, é a cor perfeita para olhar enquanto levantamos pesos.


Verde

Olhar para algo verde, mesmo que por breves instantes, tem sido associado ao pensamento criativo, por isso, utilizar esta cor em materiais de marketing pode ser uma boa ideia, nos casos em que seja necessário pensar de forma criativa para perceber porque é que um apelo de marketing é relevante. O verde é associado à natureza e à responsabilidade ambiental, o que pode fazer dos verdes boas opções de cor para empresas que vendam painéis solares, por exemplo. O verde é frequentemente associado à primavera e ao renascimento, tornando-o uma boa opção para pessoas que vendam serviços que ajudem outros a começar novas vidas, como artigos de saúde ou de educação. O marketing destes produtos pode também beneficiar da associação do azul à competência e à fiabilidade.

Acima de tudo, os investigadores descobriram que olhar para tons menos saturados e relativamente vivos, como verdes salva combinados com muitos brancos, é relaxante, enquanto olhar para cores mais saturadas, que não são tão vivas, como verde trevo é mais energizante. O uso de verde trevo em materiais de marketing pode ser uma boa ideia se o objetivo for encorajar as pessoas a agir de imediato, mas um pouco de verde salva diluído nos materiais de um spa pode proporcionar uma sensação de relaxamento, mesmo antes de as pessoas chegarem ao local.


Castanho e roxo

O castanho é associado à rusticidade e o roxo à sofisticação, por isso, em geral, qualquer situação que encoraje o uso de uma destas cores provavelmente desencoraja o uso da outra.

O que isto significa para o seu negócio

Os significados que atribuímos às cores são afetados pelas experiências específicas que temos com elas, por isso, tenha isso em consideração ao fazer a sua seleção. Por exemplo, se uma nova personagem de banda desenhada famosa for de cor amarela, conte com uma resposta mais positiva do que a habitual ao amarelo. Analise as cores que escolher em conjunto com uma pequena amostra das pessoas que gostaria que respondessem positivamente aos seus materiais de marketing antes de dar por finalizada a seleção de cores, a fim de descobrir quaisquer associações deste género.

É importante recordar que muitas experiências sensoriais se combinam para nos conduzir a uma resposta particular a algo que vemos. Existem muitos fatores, além das experiências sensoriais, que contribuem para as nossas opiniões sobre uma empresa, grande ou pequena.

As cores que seleciona transmitem mensagens importantes: escolha-as de modo sensato e aplique o que a psicologia ambiental tem descoberto sobre a ciência de olhar para cores.


Sobre la autora

A Dra. Sally Augustin trabalha com marcas para desenvolver a conceção de espaços, objetos e serviços que suporte, as experiências cognitivas, emocionais e físicas pretendidas. Os clientes da sua empresa, Design With Science , incluem fabricantes, prestadores de serviços e empresas de design na América do Norte, Europa e Ásia. O trabalho de Sally tem sido discutido em publicações como The New York Times, The Wall Street Journal, The Guardian, Forbes e Psychology Today.